domingo, 9 de setembro de 2012

Estrangeira.


   Oi, boa noite/tarde/manhã/madrugada, bem eu não sei que horas você está lendo isso então estou me prevenindo, enfim. Estranhamente eu me vejo melhor através das palavras então me vi “obrigada” a escrever este texto e resolvi postar aqui, pois eu creio que há muitas pessoas com este mesmo “probleminha” o qual é em ser você.
   Para dizer a verdade eu nunca fui muito normal, isso segundo minha mãe, minha irmã, meu sobrinho que anda me observando demais e entre outras pessoas, isso superficialmente nunca me abalou sempre dei um risinho de canto e continuava minha vida desta forma... Tem gente que chega com aquela cara “estranha” e diz:
- Como você pode gostar disso? Ai...
- Você tem cada idéia estranha...
   Ou com coisas piores que de alguma forma parecia umas agulhinhas me espetando, entende? Teve momentos que eu fiquei muito chateada comigo mesma e comecei a me questionar “por que eu não posso ser como todas as outras pessoas? Gostar de tudo igual, seja música ou o modo de vestir, quem sabe comer, viver um pouco igual às outras pessoas e por fim não receber mais comentários sobre isso”. E assim o tempo foi passando usando de vez em quando eu usando uma certa máscara a qual me protegia outras vezes meu lado “revoltado” passava e eu suportava os comentários porque isso realmente as vezes me incomoda.
     A quem repara em detalhes e visita minhas redes sociais sabe o quanto eu me “defendo” com gálatas 1:10... Decidi tomar posse deste versículo não somente como meu “escudo” e protetor, mas sim como um estilo de vida sem medo das opiniões alheias. Desculpa amigo ou amiga, mas eu não nasci para te agradar, nasci para agradar a Deus (para glorificá-lo.) então eu não vou ficar me escondendo de mim mesma, até mesmo me prejudicando porque você acha isso estranho.
   Comecei a praticar isso desde ontem e foi bem “difícil” para bater o pé e me manter firme, porém foi bem interessante, pois terminou que duas pessoas fizeram biquinho e disse – naturalmente – “isso é estranho, nunca vi isso” e analisando o que aconteceu agora eu suspiro de alivio eu conseguir vencer meu primeiro desafio. \o Kakaka
   Então é isso, o que antes eu falava, retrucava apenas nas palavras decidi expor a todos e permanecer nisso o que é mais importante.
  Então, desculpas, mas eu irei me casar de all star, eu gosto de bolinhas, gosto de escrever sobre tempo, coisas ligadas à natureza, eu não uso brinco e posso ser uma menina da mesma forma, sou imperativa, talvez eu não seja tão delicada o quanto a sociedade exija – desculpa, mas não sou uma Barbie ou aquelas bonecas de porcelana que fica na estante por toda a vida. –, gosto de músicas que quase ninguém gosta, sou romancista de carteirinha, o amor é algo sério e totalmente DIFERENTE de paixão não confunda e nesse fundamento eu sou bastante firme – quem me aguenta todo dia sabe -, eu amo fotografia – o congelador do tempo – , sonho em criar uma ONG entre outras coisas que não é – pelo menos agora – necessário falar aqui, me desculpe se te desagrado... No entanto não sou robô e não posso seguir as coisas que sempre estão me impondo.
   Não tenha medo de ser você, qual a graça em ser normal mesmo? Nenhuma, não é mesmo? Seja você mesmo que seja “bizarro” – aos olhos alheios.

"Por acaso eu procuro a aprovação das pessoas? Não! O que eu quero é aprovação de Deus. Será que agora estou querendo agradas as pessoas? Se estivesse, eu não seria servo de Cristo." Gálatas 1:10

Beijos @nicksfun

(Obrigada Espírito Santo) 

Um comentário:

  1. Essa menina que é muito igual a mim, eu n sei n hahaha'
    ótimo texto...muita inspiração. Bjuu

    ResponderExcluir

Conte-nos sua opinião sobre este assunto.

* Sem xingamentos, respeito é bom e mantêm a ordem. u-u
* Quando se é construtiva as críticas sempre serão bem-vindas.

 Atenciosamente, Meias3por4.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...